Pesquisar este blog

sexta-feira, 9 de julho de 2010

monte megido




















no vale da decisão
tombo de assalto
meu olho esquerdo
que ignora todos
os filhos do sol

o direito julgo
o grande vencedor
que trará redenção
mas a água não benze
pobre insolente sou

tudo que me é grato
salta do lado errado
e alimenta meu ego
essa satisfação é
sinônimo de felicidade

não sendo isso o Éden
hei de desejar o inferno
e lutar nas linhas
contrárias pelo mal
no monte megido.

Um comentário:

Larissa Marques disse...

o processo de criação vai além da palavra e da imagem. creio ser um caminho de aquisições contínuas ao cognitivo.
quando dois artistas se desdobram para abarcar o alheio, extrapolando o empírico para re-visitar olhares, ambos crescem.