Pesquisar este blog

sábado, 6 de novembro de 2010

o enforcado



























o homem sozinho
abarca todos males
e condenado ao mundo
se dobra ao impacto

como se fosse
apenas seu peso
e a pressão do nó

como se já não
importasse a corda
ou o medo

o músculo desgastado
clama o resgate
e as forcas
só ditam cabeças.




performer: Fabiano Barros

9 comentários:

flaviopettinichiarte disse...

tudo aqui é impresinante!!
muito Bom!!!

Bendito Drink POP disse...

maravilhoso!

Anônimo disse...

É uma audácia muito grande escrever sobre um tema tão forte, e ao mesmo tempo encená-lo, como se fosse escrito para si mesmo interpretá-lo. Acaba sendo um convite para o apreciador da arte também fazê-lo, seguindo o seu idealizador.

Larissa Marques disse...

Os seus idealizadores*

Analuka disse...

Esta série de fotos ficou, de fato, fantástica, forte, impressionante!!! Toca, encanta, comove, transporta, questiona, emociona... Provocando tantas reações, só pode ser ARTE! Beijos alados.

Carmen Garrez disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carmen Garrez disse...

Você é um artista genial...um grande criador!
beijos multicoloridos

Atelier Delírios Urgentes! disse...

bela foto e texto inspirador.

Anônimo disse...

Seus poemas impressionam, amo você, mulher!A cada passo! F.