Pesquisar este blog

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

súplica



vê que já nem peço ternura
que o remonte que temos basta
traz seu couro cru
a casta figura nata
vem que é semana de lua
e sei só de urgências
vem que desaprendi esperar

vê que já nem peço amor
palavra que o tempo oxidou
traz seu falso alento
quero apenas clarear
alvorada cândida
ao relento dessas noites
que mal me dou

me faz sangrar.

2 comentários:

paulonevesjr disse...

gostei muito

A. Rúbia disse...

Que fotografia esta aqui...
Quanta luz, amarelo e azul em harmonia
Parabéns Sindrico pelo seu talento!!!